Notícias sobre Indaiatuba e Região com Kleber Patricio

Inscreva seu e-mail e participe de nossa Newsletter para receber todas as novidades

Casarão abriga exposição de azulejos do Museu Republicano de Itu

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Foto: Divulgação|PMI.

Foto: Divulgação|PMI.

O Museu Casarão Pau Preto de Indaiatuba recebe até o dia 30 de setembro a exposição O Nascimento da República através dos Azulejos. “Graças a uma parceria entre a Fundação Pró-Memória e o Museu Histórico Paulo Setúbal, de Tatuí, Indaiatuba recebe essa exposição, que é coordenada pelo documentarista e pesquisador José Antonio Barros Freire e reproduz obras do acervo do Museu Republicano Convenção de Itu da Universidade de São Paulo”, informa o superintendente da Fundação, Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus.

A exposição

O projeto em exposição se resume em nove painéis (1,50 m x 1,50 m) que contam episódios ligados à história da República. As imagens fotográficas retratam em tamanho real as obras que originalmente pertencem ao Museu Republicano “Convenção de Itu” e são acompanhadas de textos descritivos. As reproduções foram inspiradas em telas de Jean Baptiste Debret, Hercule Florence e Miguelzinho Dutra.

O objetivo da exposição é homenagear um dos maiores historiadores do Brasil, Afonso d’Escragnolle Taunay, responsável por idealizar os painéis de azulejos do saguão do Museu Republicano. “Os azulejos, feitos pelo renomado ceramista Antonio Luiz Gagni, contam histórias de Itu desde a sua fundação, em 1610, até a Primeira Convenção Republicana, em 1873”, comenta o pesquisador e documentarista José Antonio Barros Freire.

Os trabalhos fotográficos são de autoria de Hélio Nobre, José Rosael, Irit Tommazini e Deborah Dubner. Os textos são assinados pelos docentes do Museu Paulista Cecília Helena Salles Oliveira e Paulo César Garcez Marins. A curadoria é do historiador Jonas Soares de Souza e o projeto é do arquiteto Carlos Gama Chuva. A mostra é realizada com apoio do Governo de São Paulo / Secretaria da Cultura ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo) – Lei do ICMS.

Reconceito exibe ‘O Encouraçado Potemkin’ no sábado em Indaiatuba

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Crédito da foto: www.sublimeirrealidade.blogspot.com.

Crédito da foto: www.sublimeirrealidade.blogspot.com.

O Espaço Reconceito (Rua 5 de Julho, 591 – Jd. Pau Preto – Indaiatuba) exibe no próximo dia 27 de agosto, sábado, às 14h30, o filme O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein, seguido de bate papo com o fotógrafo e cineasta Marcio Teriya Rebelo, dando continuidade ao ciclo O Cinema que Eu Amo. O ciclo é composto de seis filmes essenciais; clássicos do cinema selecionados entre as preferências de seis cinéfilos de Indaiatuba que, ao final de cada apresentação, batem um papo com os espectadores sobre o filme exibido.

O encontro acontece de 15 em 15 dias aos sábados, a partir as 14h30, com entrada franca. Já foram exibidos Contos da Lua Vaga, de Kenji Mizoguchi, e Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, de Woody Allen. Veja a programação e se agende:

Dia 27/08 – O Encouraçado Potemkin, de Sergei Einseinstein – bate papo com Márcio Rebelo

Dia 10/09 – Blade Runner, de Ridley Scott – bate papo com Fábio Alexandre

Dia 24/09 – O Padre e a Moça, de Joaquim Pedro – bate papo com Antonio da Cunha Penna

Dia 8/10 – Intriga Internacional, de Alfred Hitchcock – bate papo com Pedro de Queiroz.

Cada filme é introduzido pelo convidado por cerca de 20 minutos e, após a exibição, há um bate-papo a respeito de até 30 minutos.

O filme

O Encouraçado Potemkin (URSS/1925). Direção de Sergei Eisenstein. Considerado um dos filmes mais importantes e influentes de todos os tempos, conta a história da revolta dos marinheiros do encouraçado Príncipe Potemkin, em 1905, reprimida com violência pelo regime czarista. Eisenstein usa o episódio para colocar na tela suas teses do cinema como instrumento revolucionário, em que não há protagonista individual, mas uma coletividade – no caso, a tripulação do navio e a população de Odessa, que se solidariza com a revolta. Além disso, o filme é um manual sobre montagem cinematográfica que será imitado e homenageado nas décadas seguintes. A cena do massacre na escadaria foi parodiada em Os Intocáveis, de Brian De Palma, e em Brasil – O Filme, de Terry Gillian.

O Reconceito é um espaço dedicado a receber cursos e palestras em diversas áreas do saber, principalmente sobre assuntos relacionados ao bem estar e à qualidade de vida. Para saber mais, www.reconceito.com.br.

Serviço:

Ciclo O Cinema que eu Amo – filme O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein – bate papo com Marcio Rebelo

27 de agosto de 2016 – 15 horas

Entrada franca – Como os lugares são limitados, os ingressos devem ser reservados por telefone (3885-3159) ou via e-mail contato@reconceito.com.br. Pede-se a doação de um litro de leite longa vida para ser encaminhado à Volacc (Voluntários de Apoio no Combate ao Câncer).

Grupo de Escoteiro Falcão Azul visita SAAE em Indaiatuba

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Foto: Marco Matos – DCS|SAAE.

Foto: Marco Matos – DCS|SAAE.

O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) de Indaiatuba recebeu no último sábado, dia 13, a visita do grupo de escoteiro Falcão Azul, formado por três monitores e 17 escoteiros com idade entre 11 e 14 anos.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mário Araldo Candello, localizada no Distrito Industrial Vitoria Rossi Martini, onde viram todo o processo de tratamento de efluentes; a Capitação do Ribeirão Pirai, que nasce na Serra do Japi, no município de Cabreúva, e responde por 16% do abastecimento da cidade; a Estação de Tratamento de Água localizada no bairro Pimenta (ETA III), responsável pelo tratamento da água captada em 3 mananciais (Córrego da Barrinha, Rio Jundiaí e Ribeirão Piraí); visitaram os laboratórios responsáveis por certificar a qualidade da água do município, a estação de tratamento e o Museu da Água.

Ciaei recebe Derico e Orquestra Jovem de Artur Nogueira no sábado

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Foto: Divulgação|PMI.

Foto: Divulgação|PMI.

A Secretaria de Culturade Indaiatuba oferece à população um espetáculo gratuito do músico Derico e da Orquestra Sinfônica Jovem de Artur Nogueira, no próximo sábado, dia 27, a partir das 20h, na Sala Acrísio de Camargo (Avenida Engenheiro Fabio Roberto Barnabé, 3655 – Jardim Regina), no Ciaei. A orquestra é formada por professores e alunos que compõem o projeto social Retreta da Corporação Musical 24 de Junho, instituição sem fins lucrativos de Artur Nogueira que tem como objetivo preservar o patrimônio histórico e cultural do município, além de difundir o repertório de ouro das bandas do interior paulista, sob a regência do maestro Ricardo Michelino. Derico, que atua com O Quarteto no Programa do Jô da Rede Globo, é músico profissional desde os 11 anos de idade e, entre diversas outras atividades e espetáculos, ministra ainda palestras e workshops sobre instrumentos musicais e a profissionalização e mercado de trabalho para o músico brasileiro. A classificação etária é livre e a entrada é franca. Informações: (19) 3894-1867.

A Corporação Musical 24 de Junho

A Corporação Musical 24 de Junho é uma instituição sem fins lucrativos cuja missão é preservar o patrimônio histórico e cultural e difundir o repertório de ouro das bandas do interior paulista. Oportunizando à população a aprendizagem de música, desenvolve projetos junto a diversos segmentos da sociedade de modo a tornar a música um método acessível e abrangente de propagação da cultura, enriquecimento intelectual e formação de ouvintes. Fundada em 1924, é a mais antiga instituição da cidade de Artur Nogueira, onde é conhecida entre os cidadãos como “A Banda”. Realizado desde 2010 pela Corporação Musical 24 de Junho, o Projeto Retreta, desenvolvido pelo maestro Ricardo Michelino através de parcerias firmadas com escolas, entidades e a Prefeitura Municipal, oferece aulas gratuitas de musicalização, instrumentos musicais e canto coral com vistas à formação de público e de membros para sua Banda Sinfônica, bem como à difusão da música como método de propagação de cultura. O maestro Ricardo Michelino obteve o título de mestre em Educação pelo Liceu Salesiano Dom Bosco e especialização em regência pela Universidade Adventista de São Paulo, onde leciona desde 1999. Transitando do erudito ao popular, já tocou com grandes nomes da música brasileira, como Agnaldo Rayol, Pena Branca & Xavantinho, Sá & Guarabyra, Mato Grosso e Mathias, Sandy & Junior, Toquinho, Chico César e o próprio Derico Sciotti, entre outros. Atua como saxofonista e flautista em estúdios e diversos eventos, além de realizar palestras e workshops sobre educação sócio musical por todo o território nacional e exterior. No ano de 2015, teve a sua estreia internacional regendo a The La Sierra Wind Ensemble, na Califórnia (EUA).

Derico Sciotti

Profissional desde os 11 anos, Derico começou seus estudos de flauta aos 5 anos de idade, tendo desde então a oportunidade de  estudar com mestres renomados. De formação erudita, obteve grande repercussão nacional a partir de 1974, quando ganhou vários concursos nacionais e internacionais para jovens instrumentistas, o que possibilitou sua participação em recitais e concertos pelo Brasil. Nesta época, com 14 anos, foi spalla (primeiro flautista) da Orquestra Jovem Municipal de São Paulo e participou do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Em 1979, paralelamente à sua carreira erudita, começou a tomar conhecimento de novos estilos musicais como jazz, blues, música instrumental (fusion) e música experimental. É neste momento que abriram-se suas perspectivas musicais, aprendendo linguagens novas em instrumentos como saxofone, piano, guitarra, contrabaixo, violão e bateria. Tornou-se multi-instrumentista e partiu para uma carreira mais popular, onde conheceu músicos e artistas consagrados com quem passou a trabalhar. Em 1983 fundou, juntamente com sua família, a Escola de Música Artlivre, que hoje conta com duas unidades em São Paulo, abrigando, entre crianças, jovens e adultos, uma comunidade de 300 alunos e 15 professores. Em 1990, foi convidado a participar das gravações do programa Jô Soares Onze e Meia do SBT São Paulo como saxofonista e flautista do Quinteto Onze e Meia. Com isso, surgiram possibilidades para que pudesse alavancar sua carreira solo com a gravação de 12 CDs. Muitas empresas nacionais e multinacionais já associaram-se à sua imagem para shows em feiras, convenções e propagandas em mídia impressa e eletrônica. Atua como solista de orquestra, já tendo tocado com a Orquestra de Câmara Opus de Belo Horizonte e com a Orquestra Filarmônica Bachiana Jovem de São Paulo. Hoje, é contratado da Rede Globo de Televisão, onde atua junto com O Quarteto no Programa do Jô, é músico exclusivo Yamaha e ministra palestras e workshops sobre instrumentos musicais (flauta e saxofone) e a profissionalização e mercado de trabalho para o músico brasileiro. Possui uma produtora, a Derico Produções, do ramo de eventos corporativos e licenciamento de marca.

‘Tarde do Rock’ acontece domingo no Parque Ecológico de Indaiatuba

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Banda Sillverado é uma das atrações do Tardes do Rock. Foto: Arquivo – Adriana Panzini – SCS|PMI.

Banda Sillverado é uma das atrações do Tardes do Rock. Foto: Arquivo – Adriana Panzini – SCS|PMI.

A Secretaria de Cultura de Indaiatuba promove no próximo domingo, dia 28, a partir das 18h, na Concha Acústica do Parque Ecológico, mais uma edição do projeto Tardes do Rock. Criada pela Prefeitura Municipal, a iniciativa tem como objetivo de fomentar o interesse da população por esta vertente musical e valorizar os grupos da cidade e da região, oferecendo mais uma opção gratuita de lazer à população. Desta vez, sobem ao palco as bandas de Indaiatuba Rockages e Sillverado. Em caso de chuva, o evento será cancelado. Informações: (19) 3894-1867.

As atrações do Tardes do Rock

Rockages – Banda especializada em cover de rock clássicos, a Rockages foi formada no início de 2016 em Indaiatuba e traz em sua formação Dan Jones (guitarra e vocal), William Dias (baixo) e Du Baldini (bateria).

Sillverado – Enraizada no blues e country, mantendo o peso do rock e elementos da funk music, a Sillverado teve sua primeira formação em 2010 em Indaiatuba. Atualmente é composta por Marcelo Ferreira (vocal/gaita), William Dias (baixo), Steve França (bateria) e Dennis Marcos (guitarra). Gravou em 2012 seu primeiro CD, Velhos Tempos, que traz influências de bandas como Maylene and the Sons of Disaster e Rage Against the Machine. Em 2013 venceu o Festival do Rock da Secretaria Municipal de Cultura e agora está em processo de pré-produção de seu segundo álbum, intitulado Terra do Fogo.

Página 412 de 627« Primeira...102030...410411412413414...420430440...Última »