Notícias sobre Indaiatuba e Região com Kleber Patricio

Inscreva seu e-mail e participe de nossa Newsletter para receber todas as novidades

Posto do Trabalhador de Indaiatuba divulga vagas de emprego

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Crédito da foto: direitosedeveres – www.ajudaroproximo.com.br.

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Indaiatuba, vinculado à Secretaria Municipal de Governo, divulgou nesta quinta-feira (22) as vagas de emprego disponíveis na cidade por meio do programa Mais Emprego. Os interessados em concorrer a alguma das vagas devem fazer o cadastro pessoalmente no PAT, localizado na Rua Jacob Lyra, 344, no Parque das Nações, de segunda a sexta-feira das 7h às 16h. Os documentos necessários são RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho original. O cadastro também pode ser feito pelo site do programa Mais Emprego (www.maisemprego.mte.gov.br).

O PAT de Indaiatuba é mantido por meio de uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado de São Paulo, coordenado pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), que faz a intermediação entre empresas que precisam de mão de obra e profissionais que procuram emprego. No posto também é possível fazer inscrição para o seguro-desemprego, emissão da carteira de trabalho, inscrição para o Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ) e para o Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (Padef). Todos os serviços são gratuitos.

Vagas

Ajudante de serralheiro – 1

Auxiliar de limpeza – 1

Caldeireiro – 1

Costureiro – 3

Cuidador de idoso – 1

Desenhista projetista mecânico – 1

Jardineiro – 2

Mecânico de ar condicionado e refrigeração – 1

Mecânico montador – 1

Oficial de serviços gerais na manutenção – 1

Padeiro – 1

Pizzaiolo – 1

Serralheiro – 1.

MAC de Caraguatatuba recebe exposição ‘Arte Erudita do Dr. Wilson Ruzzante’

Caraguatatuba, por Kleber Patricio

Foto: divulgação|Fundacc.

O Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba (MACC) recebe entre os dias 24/6 e 5/8 a exposição do cirurgião plástico Wilson Ruzzante, que ficará aberta de terça a sábado, das 10h às 18h. Com peças em bronze e quadros em silicone, a exposição retrata temas como filosofia, mitologia, música clássica e vivências da profissão.

Segundo o médico/artista, a exposição, que já passou por Ilhabela e pelo Memorial da América Latina, em São Paulo, resulta da sua procura por um hobby. “São cerca de 50 peças, somente em bronze, fora as de silicone”, completa o cirurgião. Ele diz que aprendeu sozinho a arte da escultura e já realiza esse trabalho há cerca de 18 anos. Ele explica que a inspiração vinha nos momentos de lazer e que a evolução para os quadros se deu após a morte do fundidor responsável por transformar os moldes nas peças de bronze. “Depois disso, só encontrei uma fundição que faria da forma que eu gosto no interior de São Paulo”, acrescentando que a vida corrida das salas de cirurgias impede que se desloque pra mais longe apenas para que as peças sejam feitas. “Então eu comecei a fazer as esculturas, criar os moldes e utilizar resina para transformar as esculturas em quadros”, ele completa.

A respeito de sua profissão, Ruzzante afirma que ser um cirurgião plástico o fez um escultor mais completo e que ser um escultor o tornou um cirurgião ainda melhor.

O diretor do MACC, Alexander Palaiologos, descreve a exposição como fantástica. “As obras instigam o nosso intelecto, é uma arte que vai do real ao simbólico. A exposição invade a gente em um conhecimento amplo, dando significado à palavra erudita”.

Serviço:

Exposição Arte Erudita do Dr. Wilson Ruzzante

Data: 24/6 a 5/8

Horário: terça a sábado, das 10h às 18h

Local: MAAC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, Praça Dr. Cândido Motta, 72, Centro – informações: (12) 3883-9980.

Campanha de vacinação contra influenza termina hoje (23) em Indaiatuba

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Foto: Eliandro Figueira.

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informa que a vacinação contra a Influenza termina hoje (23). Seguindo as orientações do Governo do Estado de São Paulo e considerando o quantitativo de vacinas disponíveis, serão incluídas para imunização as pessoas com idade entre 50 e 59 anos, motoristas, cobradores e trabalhadores em transporte rodoviário e motoristas de taxi e de vans escolares.

As ações de imunização em todos os grupos continuam até encerrar os estoques. Todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) e PSFs (Programa Saúde da Família) estão aplicando a vacina contra a Influenza. Para ser vacinado é preciso levar a carteirinha de vacinação (se tiver), documento pessoal com foto e identificação de que faz parte de algum desses grupos prioritários, como carta médica, holerite ou identificação profissional.

Indaiatuba até quarta-feira (21) aplicou 50.248 doses e imunizou 87% do grupo prioritário, sendo crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos de idade (67,86%), gestantes (67,55%), puérperas (86,46%), idosos (102,19%), trabalhadores de saúde (83,23%), professores (1.662 doses aplicadas) e pessoas com comorbidades (10.901 doses aplicadas).

No município foram notificados 34 casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave); desses, 10 estão aguardando resultado; 14 foram descartados e 10 confirmados para influenza A sazonal H3N2. Entre os casos confirmados foram registradas cinco mortes de pessoas inseridas em grupos de risco e as outras cincos pessoas já tiveram alta.  Não há casos confirmados de H1N1.

A influenza (gripe) é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e mundiais. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir e espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias podem levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz. Entre as indicações sugeridas para a prevenção estão o isolamento social na presença de sinais e sintomas sugestivos de influenza (gripe), as boas práticas de etiqueta respiratória e boa higiene pessoal e do ambiente, que colaboram na redução da transmissão do vírus e na proteção coletiva.

Quem pode tomar a vacina?

Os grupos prioritários para receber a dose contra influenza são trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, pessoas com 50 anos ou mais de idade, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos há 40 dias), crianças (6 meses e menores de 5 anos de idade), indígenas, comorbidades (doenças crônicas como hipertensão, diabetes tipo 2, asma) e professores.

Grupos inclusos para vacinação no estado de São Paulo:

Pessoas entre 50 e 59 anos de idade

Policiais federais, militares, civis e guardas municipais

Bombeiros

Funcionários do Poupatempo

Funcionários dos Correios

Defesa Civil

Ministério Público (promotores)

Procuradoria Geral (procuradores)

Defensoria Pública

Doadores de sangue e de medula

Trabalhadores dos Tribunais de Justiça e Fóruns

Profissionais que trabalham com pessoas em situações de rua

Cuidadores de idosos e crianças

Auxiliares de classe e demais funcionários das escolas do ensino Básico e Superior

Funcionários das creches

Trabalhadores da limpeza urbana e coletores de resíduo

Motoristas, cobradores e trabalhadores em transporte rodoviário

Motoristas de táxi

Motoristas de vans escolares.

Confeitaria Romana abre unidade em São Paulo

São Paulo, por Kleber Patricio

Divulgação.

Expansão – essa é a palavra de ordem do empresário Cláudio Fernandes, nome por trás da Confeitaria Romana. Há 20 anos no coração e na rotina dos campineiros, a marca agora vai mais longe e chega à capital, em um distrito de São Paulo conhecido por ter um público exigente: a Granja Viana.

Em parceria com a Bunge, a inauguração da unidade será dia 27 de junho e contará com a presença do chef Luiz Farias, que realizará uma aula com o tema Chef, Mão na Massa. Após a atividade, será oferecido um almoço para todos os convidados. A casa abre para o público no dia 28.

Fernandes conta que a possibilidade de chegar nesta área da região oeste da cidade paulista veio por meio de uma parceria com o empresário Fábio Mendes. “A ideia inicial era eu ser sócio, mas trabalhamos com o formato de concessão de marca, o que deu muito certo”, acrescenta o empresário.

A nova unidade na Granja Viana possui mais de 500 metros quadrados de construção, estacionamento para mais de 60 carros com valet cortesia, tudo isso em um ótimo ponto do distrito, próximo ao Hospital São Camilo e outros estabelecimentos comerciais. Para garantir que a qualidade e excelência da marca sejam os mesmos, Fernandes foi o responsável pelo treinamento e capacitação de toda equipe.

O formato de concessão de marca é uma tendência de mercado, segundo o empresário. “Estou avaliando todas as propostas que recebo. A Romana tem um nome forte em Campinas e região que chama atenção dos empreendedores. Pra mim, é muito prazeroso saber que construímos uma marca sólida e respeitada”, finaliza.

Serviço:

Confeitaria Romana

Unidade Granja Viana

Av. São Camilo, 1181, Granja Viana – Cotia/SP

Telefone: (11) 4702-3419

Unidade Cambuí

Rua Coronel Silva Teles, 463, Cambuí – Campinas/SP

Telefone: (19) 3252-7000

Unidade Dom Pedro

Rua Guilherme de Campos, 500, Dom Pedro Shopping – Campinas/SP

Telefone: (19) 3209-0171

Unidade Barão Geraldo

Rua Maria Tereza Dias da Silva, 790, Cidade Universitária – Campinas/SP

Telefone: (19) 3289-1400

Facebook – www.facebook.com/confeitariaromana

Instagram – @confeitariaromana.

Pró-Memória promove oficinas gratuitas em parceria com a Unicamp

Indaiatuba, por Kleber Patricio

Foto: Laís Fernandes.

A Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, em parceria com o Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, promoverão oficinas gratuitas da Escola do Patrimônio durante o ano de 2017. Para participar, basta preencher a ficha de inscrição disponível no site da fundação, www.promemoria.indaiatuba.sp.gov.br/ e encaminhá-la para o e-mail escoladopatrimonio@promemoria.indaiatuba.sp.gov.br. O documento estará à disposição quinze dias corridos antes de cada curso. Mais informações pelo telefone 3875-8383 ou diretamente no Museu Casarão Pau Preto.

A Escola do Patrimônio é um projeto realizado em parceria entre Fundação Pró-Memória e o Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp desde 2014, que visa discutir questões referentes ao patrimônio documental, cultural e ambiental e sua preservação por meio de oficinas gratuitas destinadas à comunidade.

Oficina: Patrimônio Industrial Paulista

Professora: Dra. Denise Geribello (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo – USP)

Data: 24 de junho

Horário: 9h às 13h – 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Conceito de patrimônio industrial; trajetória da preservação de bens industriais com foco em exemplares paulistas; possibilidades de apropriação de bens industriais.

Atividade prática: Visita ao Museu Ferroviário de Indaiatuba.

Inscrições a partir do dia 09/06/2017.

Oficina: As Formas da Arquitetura Rural Regional – Características e Transformações entre os Séculos XVIII e XIX (Itu e Indaiatuba)

Professora: Dra. Milena Fernandes Maranho (Historiadora na área de Brasil Colônia – Unicamp)

Data: 29 de julho

Horário: 9h às 12h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: O principal objetivo deste curso é apresentar uma reflexão sobre as transformações da arquitetura rural da região que compreende as cidades de Itu e Indaiatuba entre os meados do século XVIII e as primeiras décadas do século XIX. A partir do estudo dos principais materiais, técnicas construtivas e partidos arquitetônicos de casas bandeiristas de Itu (Chácara do Rosário c.1756) e de Indaiatuba (sede da Fazenda Engenho d´água- c.1770) é possível compará-las com exemplares de casas rurais posteriores, das primeiras décadas do século XIX (Chácara Portela – c. 1840-60 em Itu e Casarão do Pau Preto – c. 1820 em Indaiatuba), marcando suas especificidades, semelhanças, transformações nas plantas e modos de morar. Apesar de ainda manterem várias técnicas construtivas de períodos anteriores, muitos exemplares do século XIX, incluindo os citados, demonstram influências da arquitetura urbana indicando alterações presentes desde o início dos oitocentos.

Atividade prática: Visita técnica ao Casarão Pau Preto

Inscrições a partir do dia 14/07/2017.

Oficina: Patrimônio Documental Paulista

Professora: Ms. Thais J. Svicero (Mestre em História – Unesp)

Data: 29 de julho

Horário: 13h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Esta oficina tem como objetivo apresentar o conceito de patrimônio documental analisando os arquivos e centros de documentação e memória do estado de São Paulo como lugares de importância para o patrimônio histórico cultural e de gestão da informação. Como atividade prática analisaremos por meio da paleografia alguns documentos históricos presentes no acervo do Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho”/Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Atividade prática: Leitura e análise de documentos históricos.

Inscrições a partir do dia 14/07/2017.

Oficina: A Preservação do Patrimônio Urbano do Primeiro Oeste Paulista

Professor: Dr. Francisco Dias de Andrade (Doutor em História da Arte – Unicamp)

Data: 26 de agosto

Horário: 9h às 13h – 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: A oficina visa apresentar algumas noções e elementos urbanísticos e arquitetônicos básicos do passado da região compreendida por cidades como Jundiaí, Campinas, Itu, Indaiatuba, Sorocaba e Piracicaba, entre outras. No primeiro bloco temático serão abordadas algumas questões comuns a todas as cidades da região. Dentre elas, pode-se citar a influência da legislação colonial e imperial concernente ao solo urbano, as transformações decorridas da mudança da malha viária a partir do fim do séc. XIX, a importância dos imigrantes para a consolidação da vida urbana, o processo de criação de novas centralidades urbanas e seu impacto no “centro histórico” e o modo como essas dinâmicas foram (ou deixaram de ser) contempladas pelas políticas de preservação cultural.  No segundo bloco, serão apresentadas algumas diretrizes para pesquisadores interessados na história e na preservação urbana regional. Intenta-se encerrar a oficina com um roteiro de visita pelo centro histórico de Indaiatuba.

Atividade prática: Visita pelo centro histórico de Indaiatuba

Inscrições a partir do dia 11/08/2017.

Oficina: Experiências Paulistas em Educação Patrimonial

Professor: Ms. Fernando Siviero

Data: 23 de setembro

Horário: 9h às 13h – 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: Atualmente, muito se fala no campo da preservação do patrimônio cultural em Educação Patrimonial. Cada vez mais, as leis e as políticas públicas apontam a necessidade de projetos e ações educativas em qualquer intervenção preservacionista. Governo, ONGs e empresas disputam significados e práticas da educação patrimonial. Em 2014, o Iphan publicou Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos. Nesse breve livro, encontra-se uma perspectiva histórica do assunto na instituição e algumas orientações para a prática educativa. Apesar disso, observa-se que esse campo possui um acúmulo de experiências muito distintas em todo território nacional e ainda não possui sistematização. Nesse curso será estudado o histórico da educação patrimonial no Iphan e apresentados diferentes conceitos, paradigmas e ações educacionais. Além disso, haverá oportunidade de analisar algumas experiências nas quais preservação e educação patrimonial caminham em conjunto, criando situações e perspectivas que potencializam a função sociocultural dos bens culturais.

Inscrições a partir do dia 08/09/2017.

Oficina: O Barroco Paulista

Professor: Doutorando Mateus Alves Silva (Doutorando em História – Unicamp)

Data: 21 de outubro

Horário: 9h às 13h – 14h às 16h

Local: Tulha – Casarão Pau Preto (Rua Pedro Gonçalves, 477 Jardim Pau Preto, Indaiatuba/SP)

Ementa: A formação de São Paulo e o desenvolvimento artístico; Particularidades do Barroco Paulista; Arquitetura religiosa e civil; Escultura e talha barroca; Pintura e decoração religiosa.

Atividade prática: Exercícios de análise de obras de arte.

Inscrições a partir do dia 06/10/2017.

Página 5 de 472« Primeira...34567...102030...Última »